Domingo, 25.08.2019

Blog André Luis Alvez

Sexta-Feira 23.08.2013 às 02:11

O GIGANTE ACORDOU

Não. Não estamos falando do nosso amado Brasil e das justas manifestações que sacodem a nossa Pátria e que fazem os maus políticos estremecerem. 

Não. 

Estamos falando do Botafogo. 

Ele anda adormecido desde 2007, quando vimos um time espetacular jogar por musica. 

Mas, naquele time faltava um maestro. 

Hoje, além de um maestro, o clube vê renascer uma tradição, esquecida na década de 60, que é a fabricação de jogadores feitos em casa, tradição esta que fez o Botafogo ceder 46 jogadores para Copas do Mundo.

E, hoje, temos o que não tínhamos em 2007: goleiro. 

Assim, estamos vendo nascer, ou melhor, acordar, um Gigante que na década de 60, juntamente com o Santos de Pele, assombrava o mundo, razão pela qual foi o Botafogo considerado pela FIFA é um dos 20 maiores clubes do Século 20. 

Já neste século, observarmos o Gigante dar leves bocejos em 2006 e 2010, o primeiro sob a batuta de Dodo e Cuca, que levaria o Gigante a vôos mais ousados no ano seguinte, vôos prejudicados por Anas Paulas e Beltrames da vida, e o segundo sob a valentia e a picardia do Loco Abreu, esquecida nos porões de 60. 

Mas, parece, que o Gigante esta acordando de vez. 

O cavalo, antes Paraguaio, agora é Holandês e jovem. 

O Gigante já atropelou duas vezes o Fluminense, sendo campeão carioca em cima deste belíssimo elenco, já venceu Flamengo e Vasco, em jogos sensacionais, e já fez 6 gols, este ano, em cima do legítimo campeão das américas, o Galo Mineiro. 

Caso não apareceça "Anas Paulas" e "Beltrames" da vida, e caso os seguidores do Gigante não se deixem emprenhar pelos ouvidos com textos mal intencionados de Lance, Extra e Globo, acredito que poderá dar passos ainda maiores no cenário nacional. 

O Gigante luta contra o pode econômico, contra a União Federal que beneficia alguns clubes de massa em detrimento de outros, parcelando suas dívidas, contra a mídia que privilegia os dois maiores clubes de massa do Pais, contra CBF, contra a prefeitura que lhe roubou seu estádio, contra tudo e contra todos. 

Mas, esse Gigante de Seedorf, Jefferson, Lodeiro, Rafael Marques, símbolo da volta por cima de um gigante, de Gabriel, Gilberto e Vitinho, símbolo da ousadia de um gigante, insiste em remar contra todos. 

E, não podia ressurgir em outro palco que não fosse o Maracanã. Roubaram sua casa, mas, o Gigante ressurge naquele templo, onde se viu o maior jogador de todos os tempos jogar: Garrincha. 

E com esse templo, viu ressurgir com o Gigante, a sua torcida, que incentiva e canta do 1o ao último minuto. 

O Gigante insiste, persiste e quer vencer. Está vencendo. Está acordando.

Temos que acreditar. 

Pois, em verdade, este Gigante jamais dormiu nos corações dos seus seguidores. 

Esse Gigante que carrega a Estrela Solitária como símbolo. 

Esse Gigante que se chama BOTAFOGO. 

Eu acredito.

Texto de Marcos David
comentar

500 caracteres restantes.

Captcha image
Loja Virtual
Busca Detalhada

Está com dificuldades para encontrar? Utilize os filtros abaixo para aprimorar a sua busca.

Por categoria

Comunicar Erro

Caso você encontre algum erro nas páginas ou nos textos da Office Formmato, por favor, escreva para nós. Basta preencher os campos abaixo e enviar.

×
desenvolvido por: