Quarta-Feira,, 23.10.2019

Blog André Luis Alvez

Sábado 09.08.2014 às 08:35

COMENTÁRIOS DE LEITORES DE "O SANTO DE CICATRIZ"

ANDRÉ LUIZ ALVEZ

Comentários de leitores de “O santo de cicatriz”, retirados do Facebook .
Giane Bastos

4 de agostopróximo aCampo Grande (Mato Grosso do Sul)

Acabo de ler o último capítulo do livro deAndré Luiz Alvez. Fiquei tão fascinada com a história que me prendeu e eu não consegui parar de ler até saber o final. Ontem eu nem saí de casa por conta disso, juro. O mais legal é que você por mais que monte hipóteses não consegue imaginar o desfecho. Obrigado André, de verdade, eu super adorei e indico pra quem gosta de se prender numa boa leitura. Só quero saber uma coisa: quando sai o próximo? Parabéns!

Ileides MullerEsse livro é, realmente, uma obra prima. Muito bem escrito. Excelente construção. Um livro que prende e conquista o leitor da primeira à última página. Não conseguia parar a leitura nem para descansar. Indico e recomendo. Parabéns,André Luiz Alvez.

Rubenio MarceloRealmente, o romance “O Santo de Cicatriz”, deAndré Luiz Alvez, é uma verdadeira jóia rara do gênero. Também li, há pouco, esta obra – e fiquei extasiado como todo o desenrolar do enredo (e da narrativa), que nos envolve e magnetiza a cada página (tudo com requintes aprazíveis de suspense e mistério). E o final [surpreendente e encantador] revela toda maturidade do autor, que não tergiversa jamais na sua vocacionada  missão de escrever – e escrever bem!
“O Santo de Cicatriz” é santo forte – deixa (nos leitores) as marcas peculiares da legítima arte literária.

Giane BastosE quem me conhece, sabe que se eu não gosto eu também  falo sem medo nenhum rs... muito bom mesmoooo... Parabéns!

Orlando Mossio JúniorPronto! Acabei às duas e meia da manhã! Gostei, o desfecho foi muito interessante.
E a minha veia detetivesca foi para o espaço. E o protagonista ? Herói ou vilão ? Parabéns e um grande abraço.
Em tempo: meu personagem favorito?
O padre Orlando. Kkkkkkkkkkkkkk
Aguardando o próximo livro.

Oswaldo AlmeidaEu li quando do lançamento e gostei muito! Grande romance!

Cacilda NakashimaEu tb li e recomendo!!! Ótimo enredo com um final surpreendente. Parabéns aoAndré Luiz Alvezque está em pé de igualdade com os nossos grandes autores. Estou aguardando o próximo título.

5 de agosto às 18:53·Editado·Descurtir·2

Terça-Feira 18.06.2013 às 03:03

15 curiosidades que você precisa saber sobre os beatles

999381_352408448195711_796311466_n.jpg

1 - No filme “O selvagem da motocicleta”, o ator Lee Marvin refere-se às garotas motociclistas como “beetles”. O adolescente John Lennon assistiu ao filme e decidiu que sua banda teria o nome de “Beatles”.

2 - A banda começou tocando em um clube alemão, sob o comando do empresário Bruno Korschnider. O nome do clube era Indra e tinha um elefante grande voltado para a rua para simbolizar a Índia. Ele tocaram lá por quase um ano. Moraram nos fundos de um velho cinema, o Bambi Kino. O quarto ficava numa antiga lojinha e não havia nada além de paredes e concreto. Nem aquecimento. Eram apenas dois beliches, sem cobertas. A região era cheia de travestis, prostitutas e gangsteres.

3 -  John Lennon e Paul McCartney aprenderam a tocar piano com a mesma professora.

4 - Ringo Starr começou sua carreira como Richard Starkey. Quando estava na banda Skiffle, o lider Rory Storm o apelidou de “Rings” por que o músico estava sempre usando muitos anéis (ring em inglês). Storm mudava as vezes para Ringo para que soasse como um caubói e a ideia pegou.

5 - “Let it be” foi o ultimo disco lançado pelos Beatles. Em 1969, os Beatles tocaram ao vivo pela ultima vez, em cima do prédio da gravadora Apple, em Londres.

6 - No dia 31 de dezembro de 1970, os integrantes da banda assinaram os papéis de “divórcio” legal e oficial dos Beatles. Mas a separação oficial dos Beatles foi anunciada bem antes em 10 de abril daquele ano.

7 - No dia 8 de dezembro de 1980, John Lennon foi assassinado a tiros pelo fã Mark Chapman, em Nova York. Seu filho Julian, tinha 17 anos na época, a mesma idade que John Lennon tinha quando sua mãe morreu assassinada por um motorista bêbado.

8 - Já foram lançadas quase 400 biografias dos Beatles.

9 - Em Liverpool, há uma tradição de se reunir bandas covers dos Beatles. O fim de agosto marca o auge e a cidade é invadida por cerca de 200 grupos que se revezam em mais ou menos 30 diferentes palcos.

10 - As iniciais LSD no título de “Lucy in the sky with diamonds” (1967) fez com que se acreditasse que a música era uma referência ao ácido lisérgico. Por isso, sua execução foi proibida em várias partes do mundo. Mas tanto o título quanto a letra não tinham nenhuma relação com a Droga: foram inspirados num desenho do filho mais velho de John.

11 - “A day in the life” (1967) foi a primeira música que a banda gravou com uma orquestra sinfônica, mas para diminuir a seriedade, distribuíram careca de palhaços, serpentinas e chapéus para os músicos.

12 - Ringo Starr sangrou as mãos durante a gravação de “Helter Skelter” (1968). Charles Manson, um psicopata e seu bando escolheram-na como hino e culparam a letra pelos assassinatos que cometeram em 1969.

13 - “Let it be” (1970) surgiu de um sonho em que a mãe de Paul, já falecida, lhe dizia: “Vai dar tudo certo.”

14 - Paul McCartney sonhou com a melodia de “Yesterday” (1965). Seu título provisório foi “Scrambled eggs” (Ovos mexidos) e a banda passou um bom tempo sem fazer nada com a música. Hoje é uma das canções mais tocada de todos os tempos.

15 - Paul fez a música “Hey Jude” (1968) para Julian, filho de John. foi o compacto de maior sucesso dos Beatles – e vendeu 5 milhões de cópias no mundo em apenas 6 meses. Nos Estados Unidos, ficou 9 semanas em primeiro lugar.

Terça-Feira 18.06.2013 às 02:57

Anne Frank

Anneliese Marie Frank, mais conhecida como Anne Frank, foi uma das mais 

famosas vítimas do Holocausto. Anne nasceu em junho de 1929 e morreu no 

campo de concentração de Bergen-Belsen provavelmente no início de março de 

1945. A menina ficou muito famosa após seu pai, Otto Frank, publicar o diário em 

que ela contou todas as suas experiências pré e durante a Segunda Guerra 

Mundial. Antes de ser enviada para o campo de concentração, Anne Frank mudou-se de 

Frankfurt, sua cidade natal, para Amsterdã, Holanda. Lá, a menina iniciou o 

relato de suas experiências pessoais e sobre a ocupação alemã em terras 

holandesas.

É interessante notar o amadurecimento de Anne ao longo de seus relatos no 

diário; de uma criança inocente, em pouco tempo, ela passa a demonstrar um 

amadurecimento pessoal, possivelmente devido sua dura experiência durante a 

guerra. Por dois anos, Anne e sua família permaneceram escondidos em um pequeno 

apartamento no prédio em que Otto Frank trabalhava. Finalmente em 4 de 

agosto de 1944, a família Frank, juntamente com outra família judia que 

também estava escondida no apartamento, foi detida e separada.

Todos os Frank's (Otto, Edith, Anne e Margot), inicialmente, foram para 

Auschwitz e, posteriormente, Anne e sua irmã Margot para Bergen-Belsen. Um 

ano após a chegada no campo de concentração, ambas morreram de febre Tifo 

algumas semanas antes da libertação pelas tropas britânicas. O único 

sobrevivente da família foi Otto Frank, que lutou para que o diário de sua filha 

fosse conhecido pelo mundo todo e sua memória nunca fosse esquecida.

- Na foto, Anne está com 5 anos de idade e foi tirada em maio de 1935.

- O diário de Anne Frank foi traduzido para o Português e pode ser encontrado 

em várias livrarias brasileiras.

  • de 2
  • Loja Virtual
    Busca Detalhada

    Está com dificuldades para encontrar? Utilize os filtros abaixo para aprimorar a sua busca.

    Por categoria

    desenvolvido por: